Busque o que voc� procura!
  • 002
  • 004
  • F1
  • x4

Pré-Eclâmpsia conheça os riscos na gravidez

pre-eclampsia

A pré-ecâmpsia ocorre após a vigésima semana de gestação. É caracterizada por aumento da pressão arterial em mulheres que não tinham o diagnóstico de Hipertensão e aumento da quantidade de proteína na urina (proteinúria – 300mg/ml). Sua incidência é de aproximadamente 5%, de acordo com alguns estudos e é mais frequente em mulheres que estão na sua primeira gestação. Um dos sintomas que geralmente ocorrem é o edema.

Pode evoluir para uma síndrome grave, chamada Síndrome HELLP, que é caracterizada por aumento das enzimas hepáticas, queda das plaquetas e hemólise. A pré-eclâmpsia pode evoluir também para uma fase convulsiva, também grave, chamada de Eclâmpsia. Nessas situações pode ser necessário antecipar o parto.

O diagnóstico é feito a partir de uma avaliação regular durante todo o pré-natal e com maior monitoração a partir da vigésima semana, quando pode surgir o problema. Quando realizado o diagnóstico precoce e iniciado medidas terapêuticas, consegue-se reduzir e muito os riscos maternos e um bom resultado perinatal.

Associado

022

maps